SaporeDiVino

O Vinho Tem Corpo…

corpo do vinho encorpado

Vamos descobrir o corpo do vinho

O mundo dos vinhos é cheio de termos específicos que correspondem a determinadas características de um vinho, ao seu processo de produção e outras “coisitas” mais…

Temos que ter em mente que a enologia é uma ciência que possui seus próprios termos como qualquer outro tipo de ciência, por exemplo, economia, meteorologia, agronomia e etc…

Aqueles termos que não são técnicos, muitas vezes são bem mais fáceis de entender do que pensamos, e hoje quero abordar nesse post a questão do corpo do vinho…

Corpo de um vinho podemos descrever como o peso do vinho na nossa boca junto com a sua textura, daí a importância do sentido do tato que nos ajuda nessa avaliação.

Para esclarecer melhor podemos fazer uma comparação com a água, um suco de laranja e um suco de manga. Certamente sentimos a água muito mais leve que o suco de laranja, que é um pouco mais consistente, basta pensar nos “gominhos” da laranja. O suco de manga é ainda mais consistente que o de laranja, ou seja tem mais corpo, mais encorpado. Para cada uma dessas bebidas citadas conseguimos identificar o seu peso e sentirmos a sua estrutura.

Corpo Peso do Vinho Encorpado

O mesmo acontece com os vinhos, àqueles mais encorpados são mais potentes, mais tânicos, mais densos, tem maior concentração de compostos. Quando bebemos um vinho encorpado temos a sensação de ser mastigável, aveludado, com um sabor muito persistente, ou seja, que tem maior duração na nossa boca.

Tipos de uvas que produzem vinhos mais encorpados são: Cabernet Sauvignon, Nebbiolo, Sangiovese, Tannat, Sagrantino, Malbec  e etc. Importante saber que a densidade do vinho não depende exclusivamente da uva, as técnicas utilizadas desde a colheita, passando pela vinificação e o seu envelhecimento são decisivas para definir o estilo do vinho que será produzido.

Já os vinhos menos encorpados podemos considerá-los como vinhos “fáceis de beber”, em italiano a palavra seria “beverino”.  São vinhos mais leves, menos alcoólicos, com menos taninos. Podemos considerar aqui também os vinhos mais frescos como os vinhos brancos, rosados e os espumantes.

E ainda podemos falar sobre vinhos de corpo médio, como por exemplo, aqueles produzidos de uvas como a Barbera, Merlot, Shiraz, Cabernet Franc, Bonarda, Gamay entre outras, que costumam ser uvas menos tânicas que possuem certa densidade, mas não chegam ao nível do vinho encorpado.

Você sabia que uma coisa importante para poder harmonizar vinho com comida é levar em consideração o corpo do vinho?

vinho encorpado harmonizado com carne

Vinhos mais leves, como por exemplo, os vinhos brancos, se harmonizam melhor com pratos leves como peixes, massas com molhos leves, queijos macios etc…

Já os vinhos mais encorpados, teoricamente mais pesados, se harmonizam bem com carnes como uma picanha, pratos mais robustos, queijos duros como o Parmigiano Regiano, Grana Padano e etc.

Como sempre digo, o mundo dos vinhos é um dos mais democráticos que eu conheço, então na hora de escolher o seu vinho pense exatamente naquilo que você deseja: um vinho encorpado, um de médio corpo ou um fácil de beber.

Lembre-se que não é uma questão de preço ou qualidade, mas sim da sua preferência naquele momento! 🙂

Cin Cin!

 

6 comentários sobre “O Vinho Tem Corpo…

  1. Rinaldo Pitzer

    Eu estudo vinhos através da internet há uns 2 anos, e essa comparação é sempre muito didática para quem está começando a conhecer sobre vinhos, parabéns.

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Rinaldo,
      Agradecemos o seu comentário.
      A partir do dia 25/01 vamos promover o nosso 2°Workshop sobre Vinhos, um evento 100% online e 100% Gratis.
      Para mais informações assista ao nosso vídeo e faça a sua inscrição.
      https://youtu.be/aXjWLDJSEyk

      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  2. Patrícia

    Olá, adorei as informações! Estou iniciando no mundo dos vinhos como representante comercial em SP, de uma vinícola boutique com filosofia purista do Sul e vai ser muito bom aprender ainda mais com vocês! Com mais conhecimentos, conseguirei “democratizar ” mais o vinho como alimento e desmitificar seu rótulo de “bebida elitizada!
    PARABÉNS! ??

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Patricia,
      Quando nos envolvemos com o mundo dos vinhos estamos sempre querendo saber cada vez mais. 🙂
      A partir do dia 25/01 vamos promover o nosso 2°Workshop sobre Vinhos, um evento 100% online e 100% Gratis.
      Para mais informações assista ao nosso vídeo e faça a sua inscrição.
      https://youtu.be/aXjWLDJSEyk

      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Regina,
      Muito obrigado pelo seu comentário.
      Esperamos continuar contribuindo com o seu conhecimento. 🙂
      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *