SaporeDiVino

Acompanhamento para Vinho: Como Escolher para cada Ocasião

Tábua de frios e vinhos

A harmonização, também referenciada por muitos como acompanhamento para vinho, é um tema que apaixona, mas que no passado não tinha toda a atenção que é dedicada nos dias atuais.

Nunca antes o interesse por comida e vinho esteve tão em alta no cenário mundial: cozinhas tradicionais, reinventadas, fusões gastronômicas… Existe sempre um bom motivo para falar de harmonização.

Ainda mais com a grande variedade de vinhos que temos: espumantes, vinhos brancos, vinhos tintos, vinhos rosados e até mesmo vinhos de sobremesa.

Acompanhamento para vinho

Dicas Básicas para Harmonizar Vinho e Comida

Digo básica, porque harmonização além de ser uma arte, envolve vários fatores que fazem com que esse casamento seja um verdadeiro sucesso.

Precisamos ter atenção ao modo de cozimento, os tipos de condimentos, molhos, suculência, quantidade de gordura e tantos outros fatores.

Um bom sommelier ao indicar um vinho para harmonizar com um prato deve conhecer exatamente todos os detalhes do seu preparo.

Dicas básicas são muito úteis quem esta iniciando nesse mundo e deseja fazer suas primeiras interações entre vinho e comida.

A primeira dica é que o excesso de sal, açúcar, acidez, e amargor de um prato pode tornar a harmonização entre vinho e comida praticamente impossível. Esteja atento também ao excesso de condimentos, como por exemplo, a pimenta.

Uma coisa bem básica que ajuda a entender como funciona a harmonização entre vinho e comida é saber que os vinhos têm um corpo, e esse corpo pode ser leve, médio ou encorpado e que podemos representar como o peso do vinho.

Se tomarmos como base o peso, podemos raciocinar da seguinte forma: a comida mais leve combina com o vinho mais leve, e a comida mais pesada com um vinho mais encorpado.

acompanhamento para vinho tintoAcompanhamento para Vinho Tinto

Como existe uma gama de vinhos tintos, as variações de acompanhamento para comida também são muitas. As opções começam com vinhos leves e sensuais, como por exemplo, um Pinot Noir, passando por vinhos médios, aqui podemos incluir os “Valpolicella” até verdadeiros vinhos encorpados: Cabernet Sauvignon, Malbec,  Barolos, Brunellos e etc

Algumas dicas de acompanhamento para vinho tinto:

Picanha – Malbec

Uma das carnes que dificilmente falta no churrasco, a Picanha quando preparada da maneira correta, é uma carne muito macia, fibrosa e que possui ainda aquela capinha de gordura. Um vinho que se harmoniza bem é o Malbec exatamente por conta dos seus taninos e da sua acidez que vão ajudar a encarar a gordura da picanha e a suportar a suculência que vai ser enxuta pelos seus taninos.

Costela ao Barbecue – Syrah

Escolha um vinho frutado a base de Syrah que vai combinar bem com o toque doce do molho barbecue. A costela é um tipo de carne suculenta e nada melhor que um vinho encorpado e estruturado para essa combinação.

acompanhamento para vinho branco

Acompanhamento para Vinho Branco

Podemos considerar os vinhos brancos ideais para serem consumidos num país tropical como o Brasil, afinal de contas são vinhos leves e refrescantes que devem ser servidos a uma temperatura que pode variar entre 8°C e 12°c e combinam muito bem com aperitivos, peixes, carnes brancas, massas com molhos simples e etc.

Algumas dicas de acompanhamento para vinho branco:

Linguado à Belle Meuniére  – Chardonnay

Peixes combinam bem com um Chardonnay, uma harmonização que tem um grande potencial.

No caso do linguado à belle meuniére, que é preparado com manteiga, alcaparras, e o peixe, que por si só, tem um bom percentual de gordura, podemos harmonizar com um Chardonnay que tenha uma pequena  passagem por barris de madeira.

O importante nessa harmonização é que o vinho possua uma boa acidez para segurar a gordura desse prato encontrando o ponto ideal nessa harmonização.

Comida Tailandesa – Gewürztraminer

A culinária tailandesa se baseia na utilização de um excesso de especiarias, principalmente da pimenta.

Essa uva aromática que tem nome difícil, se harmoniza muito bem com comidas tailandesas, sobretudo peixes e frutos do mar.

O vinho Gewurztraminer é tão aromático quanto à comida e vai competir com os perfumes do prato e adocicar o seu paladar, minimizando os efeitos da pimenta.

acompanhamento para vinho rose

Acompanhamento para Vinho Rosé

Sempre pairando entre os vinhos tintos e brancos, o vinho rosé, foi por muitos anos uma categoria subestimada e por muitas vezes se ridicularizavam as pessoas que escolhiam degustar um vinho rosé.

Quando falamos de harmonização, esse tipo de vinho é considerado um vinho coringa, pois se harmoniza bem com carnes brancas e com carnes vermelhas.

Feijoada com Espumante Rosé

Uma harmonização inusitada, nada de cachaça, caipirinha ou cerveja, com feijoada vai muito bem um espumante rosé! Acredite, experimente e comprove!

O espumante rosé tem mais corpo e estrutura sem contar que por conta do seu gás carbônico, que conhecemos como perlage, vai ajudar a limpar a gordura que fica na nossa boca preparando para uma próxima garfada.

Por possuírem uma boa acidez seguram o peso da feijoada com todas as carnes que ela tem direito.

Salmão Grelhado

Existem varias técnicas de harmonização entre vinho e comida, uma delas diz respeito a cor, então com um salmão grelhado nada melhor que um vinho rosé, ou não?

A verdade é que não precisamos ditar regras quando falamos de acompanhamento para vinho, mas essa é uma proposta que casa muito bem.

Experimente um salmão grelhado com um vinho rosé, quem sabe um Cerasuolo d’Abruzzo, um rosé da região da Puglia, como por exemplo, um Negroamaro, ou quem sabe um da região de Provence na França.

Essa pequena introdução é para dar uma ideia sobre um assunto que é muito vasto. Para realmente aprender a harmonizar vinho e comida você precisa conhecer seus princípios, conceitos e as várias técnicas que são utilizadas.

Quanto mais você se empenhar a estudar e começar a colocar em prática o que você aprender sobre acompanhamentos para vinhos, mais rapidamente vai conseguir fazer excelentes harmonizações descobrindo o vinho ideal para cada ocasião.

Então se você acha que deveria (ou gostaria de) aprender mais sobre harmonização, e consequentemente aumentar o seu conhecimento sobre o mundo dos vinhos, tenho duas dicas para te dar: baixe meu eBook gratuito com 6 Dicas para se Tornar um Expert em Vinhos

Estamos com matrículas abertas para o nosso Curso Expert em Vinhos. Você pode reservar a sua vaga clicando no banner aqui embaixo.

7 comentários sobre “Acompanhamento para Vinho: Como Escolher para cada Ocasião

    1. Iaponira Diniz Autor da Postagem

      Olà Samira,
      Depois me diz o que você achou dessa harmonização.
      Obrigada pelo comentário. 🙂
      Beijos,
      Iaponira Diniz

  1. Albertina P Q Rocha

    Só vi agora essa aula de harmonização pq estou viajando. Mesmo sem saber num almoço comi um salmão com um rose chileno que até coloquei uma foto no nosso grupo. Adorei o resultado. Mais uma vez obrigada por compartilhar tanto conhecimento.

    1. Iaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Albertina,
      Harmonização é realmente um tema muito interessante para nós que somos amantes de vinho.
      Muito obrigada pelo seu comentário.
      Beijos,
      Iaponira Diniz

  2. Pingback: Como Montar uma Mesa de Queijos e Vinhos Perfeita - Sapore DiVino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *