SaporeDiVino

O Que é Mosto?

mosto

Você já ouviu falar de mosto? Sabe qual a sua um importância na produção do vinho?

O mosto nada mais é que o suco das uvas depois de prensadas, mas não é somente isso…

É um liquido denso e turvo, na sua composição encontramos: a maior parte de água, cerca de 70-85%, e outras tantas substâncias como açúcar (frutose e glicose), leveduras naturais, taninos, ácidos orgânicos (tartárico, málico e cítrico, são os mais importantes), sais minerais, vitaminas e enzimas.

E é exatamente a riqueza de alguns desses elementos, mas, sobretudo o equilíbrio natural entre eles que vai determinar a qualidade do vinho.

O rendimento das uvas em relação ao mosto é variável e depende de vários fatores, como por exemplo, a variedade da uva, do seu grau de maturação, de fatores sazonais, e etc.

Em linhas gerais com 100 quilos de uva se pode obter, depois de espremidas, entre 65 e 75 litros de líquido.

uvas

A primeira coisa que devemos fazer atenção no mosto é no que diz respeito ao percentual de açúcar e ácidos presentes.

Da quantidade de açúcar temos um cálculo aproximado do teor alcoólico que terá o vinho depois da fermentação, já a acidez nos fornece informações importantes para o bom andamento da fermentação, a estabilidade de cor, o equilíbrio e potencial de envelhecimento de um vinho.

A produção do mosto representa o primeiro passo importante no processo de vinificação, uma vez que, a maior parte do resultado final depende de como é tratado esse precioso líquido e da sua conservação, como por exemplo, o controle da sua temperatura.

Você conhece alguém que adoraria conhecer mais sobre vinho?

Então faça um favor para ela (e para mim) e compartilhe esse artigo.

Você pode compartilhá-lo no Facebook, Twitter, Google+ ou até mesmo copiar a URL desse artigo e enviar para quem você quiser.

E, para finalizar, adoraríamos saber a sua opinião sobre esse artigo, então basta deixar seu comentário logo abaixo e assista ao vídeo!

22 comentários sobre “O Que é Mosto?

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Joannes Paulo,
      O mosto é o suco espremido das uvas que ao iniciar a sua fermentação já começa a transformar o açúcar em álcool.
      Então respondendo a sua pergunta a partir da fermentação jà encontramos álcool no mosto.
      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  1. Célia

    Sou amante dos vinhos tintos fortes e encorpados, minha busca por conhecimentos é puramente prazer, seus textos são ricos nos detalhes e de fácil compreensão, obrigada por compartilhar suas descobertas e no mundo mágico dos vinhos.

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Isabel,
      Veja também nossos vídeos no canal do youtube. Lá tem bastante informação. 🙂
      Muito obrigada pelo seu comentário.

      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  2. Edvaldo Bispo Fernandes

    Bom dia!
    Ao ler esse material fiquei muito satisfeito.
    Tirei muitas dúvidas sobre o vinho.
    Sou grato a Deus por existir pessoas comprometidas em transmitir a verdade sobre o vinho( sua origem e seu processo de fermentação).
    Me tornei fã de vocês e se for possível quero adquirir seus produtos.

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Edvaldo,
      Muito bom ler comentarios como o seu, so faz com que a gente continue seguindo a nossa estrada.
      Além do Blog temos nossa canal no Youtube onde publicamos um vídeo por dia falando sobre o mundo dos vinho, fazemos também muitos eventos online.
      Vou deixar aqui o link para o nosso canal do youtube e também se você quiser se inscrever na nossa lista para receber sempre nossas novidades e ainda baixar um e-Book grátis.
      Youtube: http://www.youtube.com/c/SaporedivinoBrBlog
      Cadastro VIP: http://bit.ly/quero-baixar-ebook-agora

      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  3. Pedro Gê

    Boa tarde á todos!

    Gostei muito da explicação sobre o mosto, pois achava que mosto era um tipo de seiva que saía da uva.
    Li os outros comentários de perguntas e suas respostas, e me veio uma curiosidade, na verdade duas.
    1ª – Pelo que eu entendi, o vinho é produzido somente com uvas, sem a precisão de outros elementos que não seja da uva. É isso mesmo?
    2ª – Tem como saber e diferenciar um vinho verdadeiramente feito de uvas, de um vinho falso com elementos adicionados para deixar parecido como o vinho de uva, ou não existe vinho falso?

    Agradecido.

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Pedro,
      Vamos as suas duvidas.
      1-)A única coisa que pode ser adicionado ao vinho são as leveduras que também podemos chamar de fermentos. Essas leveduras quando adicionadas se chamam artificiais e tem a função de transformar o açúcar da uva em álcool.
      2*)Teoricamente a produção de vinhos deve ser controlado por algum órgão responsável, mas não posso te garantir se existe a produção de vinhos que não são feitos de uma forma regulamentada.
      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  4. Celso Hugo Petry

    Excelente informação. Porém ficaram dúvidas entre as quais: quanto tempo o mosto fica nessa condição antes de ser direcionado para o tipo do vinho?
    Obrigado

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Celso,
      A quantidade de dias que o mosto vai fermentar se tornando o vinho depende única e exclusivamente do enólogo ou do produtor.
      Para os tintos existe uma variação entre 20 e 30 dias, mas isso não é uma regra.
      Obrigado pelo seu comentário.
      Se você quiser aprender mais sobre vinhos vamos ter agora em janeiro nosso 2°Workshop sobre Vinhos. Vou deixar o link para o vídeo com mais detalhes. Se quiser participar é sua fazer a sua inscrição. 🙂
      https://youtu.be/aXjWLDJSEyk

      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Tereza,
      Muito obrigado pelo seu comentário.
      Esperamos contribuir cada vez mais para o seu conhecimento.
      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *