SaporeDiVino

3 Simples Passos para se Tornar “Expert”em Degustação de Vinhos

capa 3 passos visivo

Que tal se tornar um expert?

Para que possamos ser “expert” em alguma coisa, a primeira coisa que me vem em mente é que precisamos de paixão. E no mundo dos vinhos não é diferente, tudo é apaixonante, e para ser um expert além da paixão, precisamos de concentração e de uma taça de vinho sempre a mão. Até rimou né? 🙂

Eu sempre digo que depois de se aprofundar no mundo dos vinhos a nossa vida muda, vemos as coisas de uma maneira diferente, isso porque utilizamos mais os nossos sentidos, e é exatamente aqui que tudo começa.

É uma experiência que faz com que a gente possa desenvolver nossas habilidades sensoriais ao longo da nossa vida. Em cada gole é importante, e possível, reconhecer as diferentes características de cada vinho, fazendo com que o nosso paladar fique cada vez mais aguçado.

sensacoes

Talvez seja útil anotar as suas sensações para criar um registro, uma memória que irá te ajudar a perceber melhor as cores, os aromas e os sabores.  Importante identificar aquilo que você gostou e o que não gostou quando degustou um determinado vinho.

Lembre-se que esse julgamento é somente seu, não se deixe influenciar por aquilo que outras pessoas dizem, o importante, para nós que somos amantes do vinho, é descobrir aquilo que nos faz bem, que nos dá prazer, que nos faz sonhar.

Agora é hora de colocar a mão na massa e descobrir como desfrutar o melhor de uma degustação.

Abra seus sentidos e esteja muito atento aquilo que você está olhando, cheirando e provando. Hora de aprender a fazer uma análise sensorial do vinho.

As Cores do Vinho

Dizem que as primeiras impressões são sempre aquelas que ficam, e podemos aplicar também quando estamos nos referindo a um vinho. As cores dos vinhos não são somente tinto (vermelho), branco ou rosado, muito pelo contrário, existe uma gama de tonalidades.

Os vinhos tintos podem possuir reflexos violáceos, alaranjados, enquanto que os vinhos brancos, amarelo palha, dourados, e os rosados então nem se fala, esses possuem uma variação enorme de tonalidades.

Cores vinho

Uma coisa que a cor do vinho nos ajuda entender é em relação a sua idade. Em geral os vinhos brancos tornam-se mais escuros com o passar do tempo, enquanto que os vinhos tintos ficam mais claros. Se você notar uma cor “amarronzada” na parede da sua taça, fique atento pois pode ser um vinho defeituoso, ou seja, que tenha perdido as suas melhores características que possui algum problema.

Para avaliar a limpidez do vinho, você deve levar a taça a altura dos seus olhos contra luz e observar se a luz atravessa o liquido, outro método que ajuda é inclinar a taça 45 graus sobre uma superfície branca, pode ser uma toalha ou um guardanapo.

Para verificar o teor alcoólico basta girar a taça e observar as pequenas gotículas que escorrem pela parede formando pequenos arcos, conhecidos também como lágrimas, tudo isso por conta da glicerina presente no vinho que indica o seu teor alcoólico.  Quanto mais arcos ou lágrimas se formam num espaço mais estreito, maior o teor alcoólico do vinho.

Os Odores do Vinho

A complexidade aromática diz respeito a grande variedade de perfumes que podemos encontrar um vinho. Certamente é uma das análises mais difíceis de serem feitas, mas que tende a melhorar com o tempo e a prática.

O primeiro passo é sentir os aromas diretamente levando a taça ao nariz, nesse momento você vai identificar os primeiros perfumes. Posteriormente gire a taça, esse procedimento faz com que o vinho sofra uma oxigenação liberando ainda mais odores, inspire por mais ou menos 2 segundos e tente identificar outros perfumes que caracterizam esse vinho, tais como flores, frutas, especiais, ervas e etc.

odores vinho

A análise olfativa ajuda também a determinar a idade do vinho. Os vinhos maduros são geralmente caracterizados por uma maior intensidade dos seus aromas, produzindo um bouquet mais rico (odores de frutas, tabaco, especiarias, madeira) enquanto que os vinhos mais jovens tendem a ser mais frutados.

Degustar o Vinho

Degustar o vinho pode ser a coisa mais emocionante, porque agora é hora de combinar todos os sentidos. Nesta fase, as características reconhecidas pelas papilas gustativas são: o amargo, o doce, o salgado e a acidez. A primeira coisa que geralmente percebemos no vinho é a sua doçura que em seguida, pode se transformar num “retro gosto” amargo. Certo nível de doçura com grande persistência no paladar é sinônimo de alta qualidade, enquanto que a predominância de notas amargas quase sempre é um mau sinal.

vino-degustazio-b

Os taninos produzem uma sensação de aspereza e secura na nossa boca, que se harmoniza bem com pratos muito suculentos, como por exemplo, uma bela picanha. Os taninos estão presentes na casca e nas sementes de uvas, neste caso estamos falando dos vinhos tintos, onde no processo de fermentação as cascas e sementes são deixadas em contato com o mosto.

Se você quiser saber mais sobre taninos, clique aqui, e sobre mosto, clique aqui!

Bem esses são os três passos mais importantes que irão te ajudar se tornar um “expert”  em degustação de vinhos.

Lembre-se que o mundo do vinho é tão vasto, que existe uma lista interminável de tipos de uvas,  e são muitas as variantes que influenciam na sua produção, como por exemplo, o clima, o solo, a forma de vinificação, seu envelhecimento e a coisa que mais encanta é descobrir tantas sensações diferentes em cada taça de vinho que bebemos.

Se você gostou do post que tal compartilhar com amigos e familiares. Basta escolher uma das redes sociais: Facebook, Twitter e Google+.

Qualquer dúvida sugestão ou critica é só DEIXAR SEU COMENTÁRIO aqui embaixo!

É sempre um prazer responder.

9 comentários sobre “3 Simples Passos para se Tornar “Expert”em Degustação de Vinhos

    1. Iaponira DinizIaponira Diniz Autor da Postagem

      Oi Nubia,
      O mundo dos vinhos é mesmo assim, cada vez mais nos apaixonamos.
      Obrigado pelo comentário. 🙂
      Grande abraço,
      Iaponira & Massimiliano

  1. Gabriel

    Parabéns pela ppr suas dicas, já me fizeram imaginar os grandes prazeres que irão me proporcionar na próxima taça de vinho que irei saborear.

  2. Marileidi Marchi moraes

    Gostei muito do artigo. É bem esclarecedor. Amo vinhos mas não tenho muito conhecimento sobre o assunto. O artigo certamente me ajudará a dar os primeiros passos. Embora tenha feito a inscrição para o curso de vinhos online e para o ebook não recebi o Link para a confirmação. Como devo proceder?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *