SaporeDiVino

Como Fazer Espumante de Uva (Parte 1)

Como Fazer Espumante de Uva

Nesse post você vai conhecer um dos métodos de como fazer espumante de uva. A definição de espumante é genérica temos como exemplo: Champagne, Franciacorta, Cavas, Prosecco etc…

O método que vamos descobrir, que é um dos mais utilizados na produção de espumantes, é o Método Clássico,  também conhecido como Tradicional ou Champenoise.

Uma das características desse método é que adicionar espumante a garrafa não é uma tarefa fácil, e vamos ver mais a frente como funciona todo o processo que é longo e complexo.

Como Fazer Espumante de Uva: Passo a Passo

O Método Clássico, Tradicional ou Champenoise é utilizado na produção de champanhes e espumantes de altíssima qualidade, vamos te explicar de uma maneira simples e resumida.

Escolhendo as uvas

As uvas escolhidas para fazerem o espumante são aquelas que se sujeitam a uma grande diferença de temperatura entre o dia e a noite, pois permitem que o vinho adquira ainda mais suas fragrâncias e características especiais, o que ajuda no processo de como fazer espumante de uva.

Escolhidas as uvas é de hora de elaborar um vinho de base, que pode ser de uma única variedade de uva de uma mesma safra, sendo designado como “millesimato”, ou uma mistura de diferentes variedades de uva, nesse caso, chamamos de “blending” ou “cuveè”. 
Champagne Bollinger

Segunda fermentação

Para que o nosso vinho de base se torne um espumante é necessário fazer uma segunda fermentação, também chamada de refermentação. Essa segunda fermentação é conhecida como “tomada de espuma”, e consiste em adicionar ao espumante o “liqueur de tirage” (licor de tiragem) que é um composto feito com leveduras selecionadas e açúcar.

O trabalho das leveduras

Hora de colocar o líquido nas garrafas de espumante, e deixá-las repousar em um ambiente fresco, conhecidos como “cave” a temperatura de 10°C. As garrafas são seladas com uma tampinha de metal, conhecida como tampa “coroa” que podemos comparar com a tampa de cerveja.

Lentamente as leveduras começam a metabolizar o açúcar que se transforma em álcool e gás carbônico, formando as famosas “bolhinhas” e adquirindo uma pressão interna de aproximadamente 6 atmosferas (unidade de medida de pressão).

Remuage (remanejo)

Sucessivamente as garrafas são colocadas de cabeça para baixo em cavaletes de madeira especiais, também chamados de “pupitres”, permitindo a decantação dos sedimentos, essa é uma característica diferenciada de como fazer espumante de uva com o método classico.

As garrafas devem ser giradas todos os dias com muito cuidado para que os resíduos (o que restou das leveduras) fiquem todos concentrados no gargalo da garrafa. Essa fase é conhecida como “remuage” (remanejo).

Adicionar espumante às garrafas

Dègorgement

O próximo passo é prosseguir com a fase de “dègorgement” que nada mais é que a eliminação dos restos das leveduras, que como vimos na fase anterior, se concentram no gargalo da garrafa. Ela pode ser executada de duas formas:

icone uva numerador 15x20 Com gelo (à la glace): se congela o gargalo da garrafa e retiram-se os sedimentos – processo mecânico.

icone uva numerador 15x20 On the fly (à la volée): Se abre manualmente a garrafa para a retirada dos sedimentos – processo manual.

Licor de Expedição (Liquer Expédition)

E para finalizar, imediatamente após a fase de “dègorgement” é importante adicionar o espumante, o licor de expedição (“liqueur expédition”) que é uma receita secreta e particular de cada vinícola, que dá personalidade a cada vinho espumante.

como fazer espumante de uva

Agora você já sabe como fazer espumante de uva, e deu para perceber que a produção de um espumante de alta qualidade não é uma coisa simples.

Conhecendo o processo se compreende o motivo pelo qual os champanhes e espumantes de alta qualidade tem um preço mais “salgado” do que os espumantes feitos com o Método Charmat.

Quer aprender ainda mais sobre a bebida dos deuses? Participe da nossa MasterClass clicando no banner aqui em baixo. A cada mês temos um assunto interessante onde você vai aprender muito sobre vinhos. Participe!

 

2 comentários sobre “Como Fazer Espumante de Uva (Parte 1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *